15 julho 2006

Gripe Aviária - Notícia Preocupante



Notícia publicada no "O Globo on line":

13/07/2006 - 19h51m - "Vírus da gripe aviária já tem múltiplas mutações Reuters

LONDRES - Múltiplas mutações foram encontradas no vírus H5Nl que matou sete membros de uma família na Indonésia, mas cientistas ainda não têm certeza sobre o significado da descoberta, segundo reportagem do jornal "Nature". Os pesquisadores, no entanto, acreditam que a descoberta reforça a necessidade de que as informações sobre a gripe aviá ria sejam mais divulgadas para melhorar a compreensão sobre vírus letal.

"O significado prático das mutações não é clara, a maioria parece não ser importante," diz a reportagem publicada na "Nature" em sua edição do dia 13 de julho. A análise das amostras de vírus de seis dos oito membros da família mostrou 32 mutações. O estudo foi apresentado pelo virologista Mallk Pereis, da Universidade de Hong Kong, num evento fechado para especialistas em Jacarta em junho.

Cientistas temem que o H5Nl, que já matou mais de cem pessoas e milhões de aves desde que se espalhou da Ásia para a Europa, poderia produzir mutações que causariam uma pandemla entre os humanos.


Particularmente curiosa (e inquietante) é a afirmação «O significado prático das mutações não é clara, a maioria parece não ser importante». Como assim? Esse caso da família da Indonésia causou preocupação exatamente porque parece ser o primeiro indício de uma mutação que permite a transmissão pessoa-a-pessoa.

Certamente a maior parte pode ser perfeitamente inócua, mas há a grande chance de que uma delas seja exatamente a que todos estão temendo.

Há uma grande diferenção entre "não ser alarmista" e "esconder um dado importante". A menos que, por trás das pesquisas que estão sendo realizadas, existam os interesses financeiros de Laboratórios Farmacêuticos que querem desenvolver uma vacina – para vendê-la por bom preço na ocasião oportuna...

2 comentários:

Suzana Couto disse...

Oi João,
cheguei em você por causa do blogue ciência e idéias do qual participo de vez em quando.
Gostei da sua notícia sobre gripe aviária. Sou veterinária e patologista então esse é um assunto do qual se fala muito entre colegas. A respeito das mutações, acho que as pessoas têm realmente que esperar antes de chegar a conclusões apressadas. Acho que as mutações encontradas nessa família não provam, em si, que há transmissão pessoa-a-pessoa. Os influenzavirus são, por natureza, extremamente voláteis, plásticos e mutáveis. O fato de que encontraram mutações em vários desses vírus não quer dizer que uma delas seja a responsável por transmissão entre os humanos. As mutações podem ter sido aleatórias. Portanto, pesquisadores têm que estudar as cepas de vírus e tentar entender o que cada mutação quer dizer para o vírus.
Enfim, o H5N1 também infecta gatos. Como no caso dos humanos, ainda não temos evidência de transmissão dentro da espécie felina. Mas claro que o dia que o vírus adquirir a capacidade de ser transmitido de gato pra gato e dos gatos de volta pros humanos, aí sim vai haver uma pandemia, principalmente em centros urbanos onde os gatos estão em quase todas as casas.
Abraço!
Suzana

ghusky disse...

A menos que, por trás das pesquisas que estão sendo realizadas, existam os interesses financeiros de Laboratórios Farmacêuticos que querem desenvolver uma vacina – para vendê-la por bom preço na ocasião oportuna...

Bem escrito João.
Há um filme, que trata exatamento disso.
"O Jardineiro Fiel".